Saturday, November 30, 2013

Mais médicos. Barbacena/MG prestes a aderir ao programa PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA.

Notas.
Bruno Braga.



I.





Em Barbacena/MG não faltam médicos. Há uma faculdade de medicina na cidade. No entanto, a administração municipal está prestes a aderir ao programa “Mais médicos”. O programa PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA para “importar” médicos não é apenas uma agressão à respectiva classe profissional. Trata-se de utilizar verba pública com profissionais de formação duvidosa – no caso de cubanos, um investimento em agentes e propagandistas do movimento revolucionário, transferência de renda para uma ditadura genocida – e, conseqüentemente, expor – como vem acontecendo - a saúde e a vida da população.


ARTIGO RECOMENDADO.

BRAGA, Bruno. “Uma aliança aparentemente extravagante” [http://b-braga.blogspot.com.br/2012/07/uma-alianca-aparentemente-extravagante.html]. Este artigo foi redigido em 2012, antes das eleições municipais em Barbacena. É uma análise da aliança – “aparentemente extravagante” – que foi estabelecida entre PSDB e PC do B para concorrer ao pleito. O candidato que a representou venceu as eleições, e é o mesmo que hoje pretende aderir ao programa “Mais médicos”. Depois de um ano e meio, o artigo é elucidativo.


Nota publicada no Facebook em 29 de Novembro de 2013.


II.


Mais médicos. Barbacena/MG e o Programa PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA.

A administração municipal de Barbacena-MG anuncia com entusiasmo uma possível adesão ao programa “Mais médicos”. A cidade poderá receber então o “inovador” tratamento CUBANO para INFECÇÕES PULMONARES: CASCA DE BANANA. Tratamento já aplicado pelos médicos – ou agentes revolucionários – formados na ilha dos ditadores Castro e que atuam pelo programa PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA no Brasil (Cf. vídeo abaixo).



Nota publicada no Facebook em 30 de Novembro de 2013.


III.


Barbacena/MG e o programa “Mais médicos”.

Se aderir ao programa “Mais médicos” a administração municipal de Barbacena-MG fomentará uma aberração PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA. Além disso, estará expondo a SAÚDE e a VIDA da população a profissionais estrangeiros de formação duvidosa. Cuba é de fato um centro de “excelência” – mas NÃO PARA A FORMAÇÃO DE MÉDICOS, e sim de AGENTES REVOLUCIONÁRIOS. Os médicos cubanos que já estão atuando no país pelo programa “Mais médicos” fornecem diariamente amostras de sua incompetência e periculosidade. Veja a prescrição abaixo. Para tratamento de OSTEOARTROSE uma médica cubana receitou METOCARBAMOL (“Robaxin”) – que no Brasil é utilizado como RELAXANTE MUSCULAR PARA CAVALOS E CÃES. 





Nota publicada no Facebook em 30 de Novembro de 2013.



ARTIGOS RECOMENDADOS.


BRAGA, Bruno. “Notas. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/08/notas-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas II. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [
http://b-braga.blogspot.com.br/2013/08/notas-ii-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas III. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [
http://b-braga.blogspot.com.br/2013/08/notas-iii-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas IV. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [
http://b-braga.blogspot.com.br/2013/09/notas-iv-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas V. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [
http://b-braga.blogspot.com.br/2013/09/notas-v-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].
______. “Notas VI. MÉDICOS CUBANOS. PT – Ditadura Castro – e o projeto Socialista-Comunista latino-americano” [
http://b-braga.blogspot.com.br/2013/09/notas-vi-medicos-cubanos-pt-ditadura.html].


Tuesday, November 26, 2013

O fabuloso destino de um bebê prematuro.

Bruno Braga.



Basta assistir. O pequenino Ward Miles lhe mostrará – através das lentes do pai - o que é o DOM da VIDA e Lindsey a GRAÇA da MATERNIDADE. Um contraste radical com a CULTURA ABORTISTA DA MORTE.




NOTA. Os detalhes desta incrível história estão na revista Paris Match: [http://www.parismatch.com/Actu/International/L-incroyable-courage-de-Ward-ne-trois-mois-trop-tot-537966].  

Tuesday, November 19, 2013

Prisão dos mensaleiros – Tarso, o Governador-poeta, protesta.

Bruno Braga.



Tarso Genro resolveu protestar contra a prisão dos mensaleiros. Publicou um artigo – um manifesto, mais precisamente – com o título: “A segunda tortura de Genoino”. Nele, o Governador do Rio Grande do Sul reclama dos vícios formais do processo e da politização do julgamento proferido pelo STF que teria resultado na condenação “sem provas” dos acusados.

O Governador-poeta – que transformou em verso as bronhas que dedicou à sua amada (Cf. [http://b-braga.blogspot.com.br/2012/06/tarso-educacao-e-poesia.html]) – é realmente um sem vergonha. Tenta confundir o leitor e “sensibilizá-lo”. A denúncia de que José Genoino foi vítima de “tortura” é um exemplo disso.

“A segunda tortura de Genoino”. Qual foi a “primeira”? Ela faz parte da Mitologia Revolucionária. Refere-se à captura do ex-guerrilheiro durante o conflito no Araguaia. Porém, Genoino não tomou um tapa no pé do ouvido, e mesmo assim entregou os seus “companheiros”. Para não ser desmentido, o “guerrilheiro de festim” foge como um rato quando o suposto “algoz” se dispõe a encará-lo (Cf. Vídeo abaixo e o depoimento do Cel. Licio Maciel na Câmara dos Deputados [http://b-braga.blogspot.com.br/2012/10/como-assim-genoino.html]).


E a “segunda” tortura? Para Tarso Genro “tortura” é o cumprimento da lei. A execução da pena à qual Genoino foi condenado, em um processo público – televisionado, disponibilizado na internet, em que qualquer cidadão interessado pode fazer-se fiscal dos seus atos – e instruído com provas irrefutáveis – inclusive com documentos RUBRICADOS pelo próprio Genoino.

Resumindo, Tarso Genro escreve apenas para defender os seus correligionários. Mesmo quando afirma que a suprema corte protege “torturadores”, ele acusa – diferentemente do que exige no seu texto – de maneira vaga e sem provas. Pior. Em um lapso – talvez - ele se esquece que, como Ministro da Justiça do governo Luiz Inácio, tomou a defesa de Cesari Battisti, um ASSASSINO covarde, comprovadamente um TERRORISTA SOCIALISTA-COMUNISTA. 


Nota publicada no Facebook em 19 de Novembro de 2013.  


    

Monday, November 18, 2013

Prisão dos mensaleiros - Dilma Rousseff comparece a celebração COMUNISTA.

Bruno Braga.






No dia 15 de Novembro, Dilma Rousseff compareceu ao 13º Congresso do PC do B (cf. vídeo). Em sua intervenção no evento, a Presidente da República não fez nenhuma menção à prisão dos integrantes de sua QUADRILHA – dos líderes do PT, que – no mesmo dia – foram recolhidos por organizarem o maior esquema de corrupção da história do país, o MENSALÃO.

Dilma discursou em meio a uma autêntica celebração COMUNISTA. Culto a PSICOPATAS. Glorificação de BANDIDOS, ASSASSINOS e TERRORISTAS. A Presidente da República – à frente de um busto enorme de Lênin, um genocida – destacou a aliança histórica do partido comunista com o PT, o apoio ao seu governo – “o PC do B me ajuda e compartilha comigo o desafio de governar o Brasil”.  

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, que também participou do congresso, disse mais: “o PC do B não é um partido aliado, coligado, da coalizão, ou um partido da base, mas um PARTIDO IRMÃO do Partido dos Trabalhadores” [...] “o PC do B é um PARTIDO IRMÃO, mais velho, MAIS SÁBIO, que tem a clareza de que DEVEMOS MANTER VIVA A CHAMA SOCIALISTA NO BRASIL”. Uma declaração aberta sobre a essência SOCIALISTA-COMUNISTA do PT que muita gente ainda tem dificuldade para reconhecer ou que insiste em negar. O que é grave. Porque não se trata apenas de uma simples relação de “parentesco”, mas de um projeto efetivo de poder. Nas instâncias do Foro de São Paulo, o PT e o PC do B – aliados a outros partidos e organizações revolucionárias – promovem o SOCIALISMO-COMUNISMO que domina a América Latina.

O Congresso do PC do B foi “prestigiado” por outros petistas representativos. Entre eles, o próprio presidente do partido, Rui Falcão. E Alexandre Padilha, o Ministro da Saúde que conduz o “Mais médicos”. Programa utilizado como pretexto para “importar” agentes revolucionários travestidos de médicos e transferir recursos milionários para os aliados que o PT e o PC do B têm em comum: os ditadores e genocidas de Cuba, os irmãos Castro.
   

Nota publicada no Facebook em 18 de Novembro de 2013.



Execução imediata das penas - MENSALEIROS presos.

Bruno Braga.



Líderes da QUADRILHA do PT estão presos. José Genoino, o “guerrilheiro de festim” que traiu os seus comparsas no Araguaia sem tomar um safanão; e José Dirceu – o agente treinado em Cuba, o “Pedro Caroço” de Cruzeiro do Oeste e ex-Ministro-Chefe da Casa Civil do Presidente Lula. Trata-se da execução imediata das penas referentes aos crimes que não estão submetidos a recursos – embargos infringentes ou de declaração – e que integram o processo do MENSALÃO.

Com as prisões decretadas, José Genoino e José Dirceu fizeram a SAUDAÇÃO COMUNISTA – punhos erguidos – quando se apresentaram à Polícia Federal.

Luiz Inácio telefonou para os dois companheiros tentando consolá-los: “Estamos juntos” (Estadão, 15 de Novembro de 2013). O “Chefe” – protagonista no esquema, mas inexplicavelmente excluído da ação penal – teria feito melhor se viesse a público para confessar: “ESTÁVAMOS juntos”.

Uma medida de precaução é imediatamente necessária na execução das penas atribuídas aos condenados. Não permitir a convivência deles com os presos comuns. Porque no passado os revolucionários SOCIALISTAS-COMUNISTAS iniciaram os delinquentes em estratégias e táticas de grupos guerrilheiros e terroristas. Eles foram os responsáveis diretos pelo surgimento do CRIME ORGANIZADO e de suas principais facções – das quais permanecem aliados - o Comando Vermelho e o PCC. Se a história se repetir, a bandidagem passará por mais um processo de “QUALIFICAÇÃO”.

Existem recursos para serem julgados. Os embargos infringentes podem gerar uma reviravolta indecorosa, pois o crime de formação de quadrilha será reanalisado pelo STF, tendo o tribunal uma nova composição manejada pelo governo petista. Artifícios jurídicos e manobras políticas – a quadrilha investe ainda na confusão da opinião pública. Uma tropa – formada por militantes, “Intelectuais”, jornalistas, blogueiros, artistas imbecilizados, etc. – que equipara o MENSALÃO a esquemas de corrupção distintos dele – como o “MENSALÃO mineiro”; que eleva bandidos ao status de “mártires”, atribuindo a eles um papel histórico que não desempenharam e os designando falsamente como “presos políticos”. Enfim, há ainda um longo percurso até o fim do processo do MENSALÃO, e um esforço hercúleo será investido para tentar livrar a QUADRILHA PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA da responsabilidade pelo maior esquema de corrupção da história do país – não só pelo desvio e subtração de somas milionárias, mas, sobretudo, pela fraude do sistema político nacional para realizar um funesto projeto de concentração de poder.


Nota publicada no Facebook em 17 de Novembro de 2013.


Sunday, November 10, 2013

AGENDA conjunta.

Bruno Braga.





ABORTISMO, GAYZISMO-FEMINISMO, Liberação das DROGAS, ECOLOGISMO, etc. Fundações internacionais globalistas multibilionárias trabalham em mais um empreendimento conjunto com o SOCIALISMO-COMUNISMO. A Fundação Ford e a Open Society Institute (George Soros) participam do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) (Cf. foto). Uma organização não-governamental que declara o objetivo de promover o intercâmbio e a cooperação técnica para aprimorar a atividade policial e a gestão de segurança pública no país.

Em Julho de 2013, o FBSP apresentou um documento – Carta de Cuiabá – que contem princípios para uma reforma do sistema de segurança pública. Entre eles, a “DESMILITARIZAÇÃO da natureza e da organização policial no país” (Cf. foto). O documento – que sintetiza os objetivos da organização - serve de base e fundamento para a proposta de emenda constitucional apresentada pelo Senador PETISTA Lindbergh Farias (PT-RJ) que visa reestruturar o modelo de segurança pública a partir da DESMILITARIZAÇÃO do modelo policial (Cf. PEC 51-2013, p. 06, nota 03).

O que está em andamento é um amplo e abrangente projeto de engenharia social e de concentração de poder. Quando os organizadores, participantes – ou entusiastas - de protestos e manifestações apresentam uma pauta de reivindicações contendo a DESMILITARIZAÇÃO da Polícia, eles estão trabalhando para a realização da AGENDA conjunta de GLOBALISTAS e SOCIALISTAS-COMUNISTAS. Trabalham, ou como agentes comprometidos com o programa, ou como perfeitos “idiotas úteis” dopados por um entusiasmo inconsequente. Fortalecem, assim, determinados grupos – incluindo os aliados deles no âmbito do crime organizado; mas comprometem, fragilizam e deixam vulnerável o conjunto inteiro da população.


Artigo recomendado.

BRAGA, Bruno. “Proposta PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA: DESMILITARIZAÇÃO das polícias” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/11/proposta-petista-socialista-comunista.html].   



Thursday, November 07, 2013

Proposta PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA: DESMILITARIZAÇÃO das polícias.

Bruno Braga.


O Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) é o autor da Proposta de Emenda à Constituição – PEC 51-2013 – que visa reestruturar o modelo de segurança pública a partir da DESMILITARIZAÇÃO do modelo policial.

Líder estudantil, Lindbergh esteve à frente dos “caras-pintadas”, transformados em símbolo do impeachment de Fernando Collor. Nos anos 90 ele protestou por causa de um Fiat Elba. No entanto, hoje, não tem a menor vergonha de servir à QUADRILHA do PT, que comandou o maior esquema de corrupção da história do país – o MENSALÃO – e que compõe o criminoso projeto revolucionário SOCIALISTA-COMUNISTA latino-americano conduzido pelo Foro de São Paulo.

No alto, canto esquerdo, o “cara-pintada” Lindbergh Farias segura uma bandeira da antiga União Soviética; abaixo, uma foto com Luiz Inácio, o “Chefe”.

A PEC 51-2013 - proposta pelo “cara-pintada” PETISTA-SOCIALISTA-COMUNISTA – incide principalmente sobre a Polícia Militar. Uma reformulação radical que lança a hipótese de a corporação ser absorvida por outros órgãos de segurança pública. Mas não é só isso.

O projeto de Lindbergh insere a patrulha sindical SOCIALISTA-COMUNISTA na estrutura policial. Ela é maquiada com expressões apelativas como “mecanismos de participação e de controle SOCIAL” [1]. Porém, aparece de forma explícita e direta através da “Ouvidoria Externa” e do “Ouvidor-geral”, que é escolhido com a participação daquele mesmo “sindicato”, disfarçado de “sociedade civil” [2].

A PEC 51-2013 ainda reformula uma expressão constitucional. Substitui “ordem pública” – estabelecida no texto do art. 144 – por “ordem pública DEMOCRÁTICA” [3]. A reformulação não é sem importância. “Democrático” é uma referência ampla e flexível. Por exemplo. Não só “Intelectuais” e artistas idiotizados, líderes e agentes políticos consideram que a quebradeira e a destruição disseminada pelos Black Blocs fazem parte da “ordem DEMOCRÁTICA”. Sendo assim, a ação policial, em vez de ser orientada pelos padrões comuns da cidadania, fica sob o julgamento incerto e perturbado dos grupos que se autoproclamam porta-vozes da “democracia”. Pior. Na medida em que estes mesmos grupos – como o próprio partido do senador Lindbergh Farias – organizam e instrumentalizam protestos públicos para forçarem a aprovação de seus projetos, então a força policial é algemada. Porque, caso ofereçam qualquer oposição a tais manifestações, serão automaticamente condenadas como ANTI-DEMOCRÁTICAS. A “ordem pública” é substituída pela ORDEM flexível – “DEMOCRÁTICA” - dos interesses e objetivos de determinados grupos.

Enfim, não é por acaso que a PEC 51-2013 tenha sido concebida – ou pelo menos apresentada – por um ex-manifestante – e por um partido – o PT – que é perito em manipular protestos públicos. Em última instância, a proposta enfraquecerá as forças que ainda têm a função de proteger o cidadão comum, fortalecendo, por outro lado, um projeto de concentração de poder – o projeto SOCIALISTA-COMUNISTA latino-americano dos próprios proponentes da PEC 51-2013.  

  
Notas.

[1]. Cf. Senado Federal. PEC 51-2013 [http://www.senado.gov.br/atividade/materia/getPDF.asp?t=137134&tp=1], pp. 01, 02, 06, 08.

[2]. Idem, pp. 03-04, 07.  

[3]. Idem, p. 02.


Artigos recomendados.

BRAGA, Bruno. “’Capitão Nascimento’ conspira contra a Polícia” [http://b-braga.blogspot.com.br/2013/11/capitao-nascimento-conspira-contra.html].

Wednesday, November 06, 2013

"Capitão Nascimento" conspira contra a Polícia.

Notas.
Bruno Braga.



I.


“Capitão Nascimento” conspira contra a Polícia.

“Tropa de Elite” consagrou o ator Wagner Moura. A pirataria fez do filme uma febre antes mesmo de estar nas telas dos cinemas. Quando exibido, o Capitão Nascimento – personagem do ator – foi ovacionado e aplaudido pelo público. Era a polícia combatendo a bandidagem e os esquerdistas revolucionários – jovenzinhos “enfumaçados” e metidos a “intelectuais” – sendo responsabilizados, não apenas por maquiarem o crime com rodeios sociológicos e filosóficos, mas por efetivamente alimentá-lo.

Mas, o fenômeno “Tropa de Elite” havia escapado do controle da patrulha cultural. Tanto que foi necessário rodar uma continuação – uma grande produção - para colocar as coisas no seu “devido” lugar. Disfarçar a realidade entronando os esquerdistas revolucionários como os “heróis da nação”. Quem quiser tirar a prova desta mudança radical entre os dois filmes basta assisti-los ou revê-los.

Wagner Moura - na realidade - desempenha outro papel. O de um perfeito “idiota útil”. Tornou-se um propagandista do SOCIALISMO-COMUNISMO. Sobretudo do PSOL, que está comprometido com a “desmilitarização”, isto é, com a desmoralização da polícia. O ator resolveu agora reunir artistas – palhaços como ele mesmo – para protestarem contra a “repressão policial” à baderna e à quebradeira, tidas como “manifestações”:   [http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2013/10/1360996-artistas-se-reunem-na-casa-de-wagner-moura-para-criar-protesto-contra-repressao-policial.shtml].


Nota publicada no Facebook em 24 de Outubro de 2013.


II.




Uma peça da “conspiração” do “Capitão Nascimento” contra a Polícia.

Wagner Moura – representando muito bem o papel de “idiota útil” para os SOCIALISTAS-COMUNISTAS – reuniu artistas – quer dizer, outros palhaços como ele mesmo – para protestar contra a “repressão policial” à baderna e à quebradeira, tidas como “manifestações democráticas”. Eis um produto da “conspiração”: este vídeo e o anuncio de mais um protesto.


Nota publicada no Facebook em 26 de Outubro de 2013.


III.




Os “revolucionários de butique” da classe artística – sobretudo os “globais” – decidiram promover o “Grito da Liberdade”. O protesto – em favor de um tal “direito de protestar” - aconteceu no dia 31 de Outubro, no Rio de Janeiro. A maioria deles não compareceu ao evento. Nem mesmo Wagner Moura, a maior “estrela”. No entanto, para a publicidade, o ator - consagrado como “Capitão Nascimento” no filme “Tropa de Elite” – posa ao lado de grupos revolucionários. Entre outros, PSTU, Fora do Eixo, Mídia Ninja, Núcleo Socialista, Juventude Comunista – e até do Movimento de Legalização da Maconha e de um tal “Meu cu é laico” (Cf. foto). Se nas telas Wagner Moura foi ovacionado pelo público por representar um policial que enfrentava a bandidagem e os esquerdistas revolucionários, na vida real o ator – e outros palhaços como ele mesmo - se presta ao papel de um perfeito “idiota útil”. Fomenta a baderna, a quebradeira, o crime – e, em última instância, o projeto de poder SOCIALISTA-COMUNISTA.


Nota publicada no Facebook em 02 de Novembro de 2013.


IV.





Wagner Moura – junto com tantos outros idiotizados da classe artística – se prestou a apoiar o “Grito da Liberdade”. Um ato em favor de um tal “direito de protestar”, mas que promovia a romantização de uma QUADRILHA de criminosos mascarados. Aconteceu no dia 31 de Janeiro, no Rio de Janeiro.

Para o ator que se transformou em celebridade por causa de seu personagem no filme “Tropa de Elite” – o Capitão Nascimento – é preciso destacar um termo da pauta da manifestação: a “desmilitarização da polícia” – e uma EXIGÊNCIA: “QUEREMOS O FIM DA POLÍCIA MILITAR [...]” (Cf. foto).

Wagner Moura – que foi ovacionado por representar nas telas do cinema um policial que combatia a bandidagem e os esquerdistas revolucionários (no primeiro filme) – agora é um REVOLUCIONÁRIO. Um perfeito “idiota útil” que, não só cospe na corporação que o acolheu e consagrou; ele – embora se apresente como defensor do “povo” e “transformador do mundo” - despreza os aplausos que recebeu do público e, consequentemente, os interesses e as expectativas da imensa maioria da população, que repudia o CRIME e o BANDIDO. Mas Wagner Moura faz mais. Afetando bom-mocismo e sofisticação intelectual, ele colabora – como um perfeito idiota - com o CRIMINOSO projeto de poder SOCIALISTA-COMUNISTA.


Nota publicada no Facebook em 02 de Novembro de 2013.


V.




Wagner Moura – o eterno “Capitão Nascimento” do filme “Tropa de Elite” - romantiza a QUADRILHA Black Bloc. Reivindica para um bando de criminosos mascarados o “direito de protestar” através do VANDALISMO, da QUEBRADEIRA e da DESTRUIÇÃO. Por outro lado, SATANIZA a Polícia e se presta a apoiar uma manifestação que EXIGE o FIM DA POLÍCIA MILITAR (Cf. “Grito da Liberdade”).

Este vídeo mostra como os manifestantes mascarados – ao contrário dos “truculentos” PM’s - são “democráticos” e “respeitosos”, “polidos” e “bem-educados”. O Cel. Reynaldo Simões Rossi se apresentou para “dialogar” com os protegidos de Wagner “Capitão Nascimento” Moura. Como resposta, ele foi espancado e teve a sua arma roubada.   



Nota publicada no Facebook em 05 de Novembro de 2013.