Saturday, December 01, 2012

Entre peças e engrenagens.




Bruno Braga.


"É dentro desta estratégia que se deve enquadrar o governo petista: não como um governo nacional simplesmente, mas sim, como engrenagem de um mecanismo maior com uma estratégia definida de conquista continental para a instalação de uma união de repúblicas socialistas", Heitor de Paola, 2008, p. 195.


Para muitos a denúncia exposta na epígrafe ainda soa como uma “teoria da conspiração”. Mesmo que os agentes reais e concretos abarcados por ela exibam – às vezes de maneira obscena – os seus objetivos e propósitos, a reação mais efetiva ainda é cheia de suspeita e hesitação: “eu acho que vi um gatinho...”.

O Foro de São Paulo – “mecanismo” do qual o Partido dos Trabalhadores é uma das "engrenagens" fundamentais – fomenta e articula a Revolução Socialista-Comunista na América Latina desde 1990. Concebido de uma reunião entre o Partido Comunista de Cuba e o PT – a chancela de Lula e de Fidel Castro -, a entidade trabalhou intensamente para conduzir a elite revolucionária ao poder.  

No Brasil, tida como “histórica” – assim bradam os entusiastas, militantes, propagandistas e “idiotas úteis” -, a eleição de 2002 marcou a chegada de um “operário” à Presidência da República. Mesmo sem aparentar um metalúrgico – barba feita e ternos Armani, em uma “transformação” digna do “antes” e “depois” dos quadros televisivos –, Lula se tornou objeto de culto, o Presidente com a “alma do povo”.

Esta era – quer dizer, é - apenas a fábula. Porque simbólico não era a figura do “operário” – já descaracterizada -, mas o que com a eleição dele foi gravado no jardim do Palácio da Alvorada:




A estrela do PT foi desmanchada – por ordem da ex-primeira-dama Marisa Letícia - somente depois que estourou o escândalo de que o partido comandava o esquema de compra de votos de parlamentares – o Mensalão -, em 2005.

Porém, na Granja do Torto a mesma estrela estava deitada no gramado. Ao lado do mapa do Brasil, ela recepcionou temporariamente a Presidente eleita Dilma Rousseff.




Lula canta as glórias do Foro de São Paulo: “hoje nós governamos um grande número de países, e mesmo onde somos oposição, os partidos do Foro têm influência crescente na vida política e social”. E o Secretário Executivo da entidade – filiado ao PT – afirma: estamos construindo um mundo socialista [1]. O Partido dos Trabalhadores – como aponta a epígrafe - é apenas uma “engrenagem” deste “mecanismo maior” de conquista continental. E o esquema do Mensalão comandado por ele – e agora condenado pelo Supremo Tribunal Federal - é apenas uma peça de toda esta estrutura. Não se trata apenas de mais um escândalo de corrupção, mas de um ambicioso projeto de dominação.  


Notas.

[1]. BRAGA, Bruno. “Sob o efeito do encanto” [http://dershatten.blogspot.com.br/2012/07/sob-o-efeito-do-encanto.html].


Leitura sugerida.

BRAGA, Bruno. “Sob o efeito do encanto” [http://dershatten.blogspot.com.br/2012/07/sob-o-efeito-do-encanto.html].
______. “A delinquência sob o véu do heroísmo” [http://dershatten.blogspot.com.br/2012/11/a-delinquencia-sob-o-veu-do-heroismo.html].


Bibliografia recomendada.

PAOLA, Heitor de. O Eixo do Mal latino americano e a Nova Ordem Mundial. É Realizações: São Paulo, 2008


No comments: